Gabriel Jesus tem início arrasador no Manchester City

Atacante brasileiro tem números excelentes pela equipe inglesa

Quando Pep Guardiola mostrou interesse, e levou Gabriel Jesus para compor seu elenco no Manchester City, começou a surgir uma interrogação no ar: “Será que o jovem e talentoso atacante iria manter as boas atuações vividas no Palmeiras e Seleção Brasileira“?.

Pois bem, bastaram quatro jogos na liga mais disputada do mundo para que Gabriel Jesus conquistasse de vez o coração de Pep Guardiola, e do torcedor citizen. O começo de trajetória do atacante brasileiro no clube inglês trouxe ao técnico espanhol uma tranquilidade necessária para continuar tentando encontrar o time ideal.

Aos 19 anos Gabriel já acumula conquistas consideráveis em seu currículo. No Palmeiras foram dois títulos nacionais, a Copa do Brasil 2015 e o Brasileiro de 2016 elevaram o patamar da joia palmeirense. A consolidação no cenário nacional veio com a inédita medalha de ouro nos jogos olímpicos do Rio de Janeiro. Em um ano e meio a vida do garoto mudou, foi de promessa da base a craque internacional. A camisa nove da seleção brasileira tinha um novo dono e ele vem garantido sua afirmação na equipe titular brasileira dia após dia.

A chegada em Manchester foi rodeada de esperanças, a torcida, imprensa, e principalmente, Pep Guardiola o aguardavam ansiosamente. Os números dos quatro primeiros jogos são excelentes: três gols e duas assistências, além da titularidade da equipe.

Ainda falta muito para que Gabriel se consolide no cenário mundial, o que deixa os amantes do futebol, e os admiradores do atacante satisfeitos e esperançosos, é o fato dele se mostrar a cada dia um profissional com vontade de vencer. O ‘menino’ Jesus é carismático na medida certa, tem o carinho até dos rivais e a confiança do comandante; “Há jogadores de 19 anos de idade que são fisicamente fortes e alguns que não são. Esse garoto, na área, tem algo especial”, afirmou.

O belo chute no primeiro gol da vitória contra o Swansea
O belo chute no primeiro gol da vitória contra o Swansea

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *