A remontada histórica do River passa pelo excelente trabalho de Gallardo

Treinador acumula títulos importantes em mais de três à frente dos Millonarios

Marcelo Gallardo é um dos ótimos treinadores que, por enquanto, ainda não foram parar na Europa, mas que não demorará muito para embarcar ao velho continente

Gallardo assumiu o River em junho de 2014, substituindo Ramon Diaz, com apenas 38 anos de idade.

O ex-meia vestiu a camisa do River em três passagens diferentes entre 1993 e 2010, e iniciou a carreira como técnico no Nacional-URU, seu último clube como jogador, em 2011.

O River Plate de Gallardo precisava reverter um resultado difícil, o adversário não era dos mais fáceis. O Wilstermann já havia mostrado qualidade na primeira fase e ao eliminar o Atlético-MG.

Os 3 a 0 no jogo da ida não refletiram bem o que aconteceu em campo. O Wilstermann soube aproveitar bem as chances que teve e o River desperdiçou chances claras de gol.

Scocco marcou 5 gols e saiu de campo como herói

Para o jogo da volta a missão era a mais complicada enfrentada por Gallardo em 3 anos de clube.

Na campanha do título da Libertadores, em 2015, Gallardo e seu River, já haviam revertido resultados adversos, como no confronto contra o Cruzeiro.

Dessa vez a missão era bem mais complicada. A equipe boliviana tinha um zaga consistente, havia levado 10 gols nas 9 partidas na competição.

Estava há 4 meses sem sofrer gol, mas Gallardo fez o que sabe fazer de melhor. Amassou o rival em seu campo de defesa, sufocou desde o inicio e não deu chances para seu adversário.

Com apenas 19 minutos de jogo, o placar já era 3 a 0 para o River, com os três gols marcados por Scocco e a vantagem do Wilstermann já tinha ido para o espaço.

Antes do intervalo, Enzo Pérez anotou o quarto e levou definitivamente os Millonarios à loucura.

No segundo tempo o time manteve o ritmo, marcou mais 4 gols e selou a classificação com uma goleada histórica que jamais será esquecida.

La mano del Muñeco

Gallardo anunciou no inicio desta temporada que não ficará mais no River, ainda não definiu seu destino, mas já se sabe que em 2018 ele não estará mais em Nuñez.

No final da primeira fase acabou perdendo sua dupla de ataque. O jovem Driussi foi parar no Zenit, e Alario se transferiu para o Bayern Leverkusen.

Mas conseguiu remodelar sua equipe com os recém chegados: Pinola, Enzo Perez e Scocco.

Para alguns torcedores o atual time é mais forte e completo que o campeão de 2015, mas a grande esperança da torcida fica em Muñeco.

Gallardo e suas conquistas pelo River

O jovem treinador que em pouco mais de 3 anos já conquistou seis títulos para o clube.

A Copa Sul-Americana em 2014, Libertadores, Recopa e a Copa Suruga em 2015, além de vencer novamente a Recopa e, por fim, a Copa da Argentina em 2016.

O currículo de Gallardo já o credencia como um dos mais vencedores da história do River e certamente ele irá querer se despedir com mais um título continental.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *