São Paulo 2018: o ano que pode dar certo

O Tricolor do Morumbi, neste ano, pode dar alegrias ao torcedor. Em janeiro, já contratou peças importantes para reforçar o elenco

Na temporada 2017, o São Paulo deixou muitos torcedores frustados com a péssima campanha que fizera no Campeonato Brasileiro e em outros torneios.

Copa do Brasil, Brasileirão e principalmente a decepcionante eliminação na Sul americana foram competições que fazem com que os são-paulinos apaguem de vez o péssimo ano do time.

Baixas em 2017

A saída de jogadores como: David Neres, Luiz Araújo e Thiago Mendes, deixaram o cargo de Rogério Ceni, treinador à época, ainda mais em risco.

A precoce eliminação para o Defensa y Justicia na Sulamericana, Cruzeiro na Copa do Brasil e a 13ª colocação no Brasileirão, fizeram com que a diretoria do São Paulo pudesse rever o que errou em 2017 e fazer com que este ano novas mudanças fossem tomadas.

Equipe argentina comemorou classificação dentro do Morumbi

Um novo ano para o São Paulo

As divergências com o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva (Leco), fez com que o ex-dirigente e empresário, Vinícius Pinotti, deixasse seu cargo a disposição de outro profissional e saísse do São Paulo no início de 2018.

As saídas dos goleiros Denis e Renan Ribeiro, do lateral Buffarini, do meia Hernanes e dos atacantes Marcinho e Lucas Pratto.

As vindas do goleiro Jean, do zagueiro Anderson Martins e do meia Diego Souza, já são as mudanças que o São Paulo terá em 2018.

Diego Souza recebeu de Raí a camisa 9 do São Paulo (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

Vale ressaltar as chegadas de Raí e Ricardo Rocha, respectivamente executivo e coordenador de futebol do clube, também tem suas importâncias, visto que a garantia de credibilidade entre os dois dirigentes e a torcida pode ser grande.

A possível vinda do meia Gustavo Scarpa aumenta ainda mais as chances de um Tricolor forte para a disputa de suas competições.

Isso mostra que, nesta temporada, Dorival Júnior pode ter um time mais competitivo em 2018. Para o torcedor são-paulino se alegrar ainda mais, os reforços que a diretoria fez são cirúrgicos, dando a ideia de que eles vieram para ser titular. E, claro que, com a volta dos atletas que estavam emprestados como Hudson, Reinaldo e Matheus Reis enriquecem ainda mais o time.

Pratto acertou sua ida ao River Plate na temporada 2018.

Dos onze titulares absolutos que jogaram em 2017, apenas Hernanes e Lucas Pratto não estarão mais nesta nova temporada.

Se Grêmio e Corinthians, mesmo com seu elenco limitado na temporada anterior foram campeões de competições importantes, por que o São Paulo não pode sonhar e lutar por esses objetivos? Resta agora ver o que o Tricolor tem a oferecer para todos, especialmente para a torcida.

Provável formação tricolor em 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *