13 anos da Batalha dos Aflitos: o Náutico voltará a protagonizar novas histórias no retorno a sua casa

Honorato Vieira

Há exatos 13 anos, o Grêmio construía uma das páginas mais sofridas e históricas de toda a sua trajetória. Com apenas sete homens em campo, livrando-se de duas penalidades máximas, o tricolor encontrou forças para vencer o Náutico por 1×0 fora de casa e garantir o retorno à elite do futebol brasileiro.

A partida é um marco do futebol brasileiro e um dos maiores jogos já visto na história mundial. Depois dessa batalha, o Náutico ainda viveu inúmeros ótimos momentos na sua casa, mas em uma decisão equivocada deixou de mandar seus jogos nos Aflitos, em 2013.

A última vez em que  a torcida alvirrubra pôde comprar ingressos para um jogo de futebol oficial nos Aflitos foi diante da Portuguesa. Os mais de 15 mil alvirrubros viram um empate em 2 a 2.

Após abandonar a sua casa, o Náutico viveu de insucessos e sua torcida nunca se sentiu bem no longínquo e mal localizado estádio, construído para a Copa do Mundo. Na Arena Pernambuco, o Timbu foi rebaixado na Série A até a C e viu sua média de público cair drasticamente.

Agora, em crise financeira, a recuperação passa pela volta a sua casa. O time pernambucano aposta todas suas fichas na sinergia presente entre Náutico, torcida e Aflitos para voltar aos dias de glória e respirar financeiramente.

O duelo de reabertura será diante do Newell’s Old Boys, da Argentina, no dia 16 de dezembro, às 17h. Além de matar a saudade da torcida com o Eládio de Barros Carvalho, o jogo homenageará ex-jogadores que vestiram a camisa alvirrubra nos últimos anos, em especial o ex-atacante e ídolo do Timbu, Kuki.

Sediado em Rosário, o Newell’s Old Boys é um dos clubes mais tradicionais do país, com sete títulos nacionais. Fundado em 1903, já disputou sete Libertadores, tendo chegado à final em duas oportunidades. O último jogo do Náutico contra um adversário fora do Brasil foi em 2013, diante do Sporting, na partida que marcou a abertura da Arena de Pernambuco, “casa” dos alvirrubros nos últimos cinco anos. Nos Aflitos, a última partida internacional foi em 1996, perante o Freienbach, da Suíça, realizado no dia 28 de fevereiro. Menos de mil pessoas assistiram ao confronto que terminou com o placar de 3×0 para o Timbu, com dois gols do meia Catende e outro do atacante Alex.

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *