O ano de ouro dos clubes e dos atacantes dos times cearenses

O ano de 2018 para os times cearenses, com certeza, foi para ser muito comemorado. Os três grandes do estado: Ferroviário, Fortaleza e Ceará, tem sim, razões para baterem no peito e mostrarem o que fizeram neste ano.

O Ferroviário, primeiro a alegrar-se, foi campeão da Série D, dando para sua torcida um título importantíssimo. O Fortaleza, na série B, também conseguiu um feito histórico, sendo campeão nacional, com méritos. Já o Ceará não conquistou, assim como os rivais, um título nacional. Todavia, a permanência na série A foi algo para ser comemorado. Sim, comemorar uma permanência é, sim, digna de respeito e de alegria para qualquer torcedor. Quem não queria ver o time jogar novamente com os maiores do país?

Vale ressaltar que os três times ganharam ainda mais visibilidade. Além das conquistas, outros fatores fizeram com que o elenco destes times fosse mais vistos. É que no fim da temporada, os três centroavantes de Ceará, Fortaleza e Ferroviário terminaram o ano estando no top 10 da artilharia nacional.

“Eu sou mais o Caríus”

Esse é um trecho da música que a torcida do Tubarão da Barra canta para o centroavante coral. Nascido no interior do Ceará, Cariús quase ia para o Fortaleza no ano passado. Acabou acertando com o Ferroviário e conquistando o título nacional. No Campeonato Cearense, marcou nove gols em 16 partidas jogadas. No Brasileirão, conquistou a artilharia, com 11 gols. No final, Edson Cariús acabou desbancando atacantes renomados, como por exemplo, Ricardo Oliveira, do Atlético Mineiro e Miguel Borja, do Palmeiras. Mesmo ainda tendo contrato com o Ferroviário, especulações dizem que o atacante quer atuar na série A no próximo ano.

Matador é o Rei Arthur

Cria do Alvinegro de Porangabussu, Arthur no começo do ano não era titular. Aos poucos, foi ganhando espaço no time principal, e quando ficou, não saiu mais. Acabou caindo nas graças da torcida do vovô e, no final da temporada, acabou ficando em quarto lugar na artilharia nacional, somando total de 24 gols. Mostrando que tem talento, o “Rei Arthur”, como é chamado pela torcida, se transferiu para o Palmeiras e vai jogar em 2019 pelo alviverde e atual campeão do brasileiro.

Gustavo, o artilheiro do Brasil

Campeão pelo Fortaleza na série B, o atacante Gustavo estava no clube por empréstimo, pois ainda pertence ao Corinthians. Chegando ainda no começo do ano, “Gustagol” chegou com pinta de artilheiro. O brilho do atacante tricolor foi grande que o centroavante marcou quatro vezes na estreia do estadual, diante do Atlético Cearense. No campeonato nacional, terminou a temporada sendo artilheiro, com 14 gols, sendo que no geral, havia balançado a rede 30 vezes, sendo o artilheiro do Brasil. Para o próximo ano, Gustavo não irá atuar pelo Tricolor de Aço, pois o Corinthians, que ainda detém do passe do jogador, não o liberou e ficará com o atleta em 2019.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *