Com gol do meio de campo, Nova Caledônia estará no Mundial de Clubes

Pela primeira vez na história uma equipe do país disputará o torneio

O Mundial de Clubes no atual formato está prestes a acabar, mas ainda dá tempo para novas histórias na competição mais desvalorizada do mundo. Apesar dos sul-americanos endeusarem o torneio, o interesse já não é mais o mesmo até por equipes de outros continentes.

Dessa forma, a FIFA anunciou recentemente que uma “Copa do Mundo” de clubes será disputada a cada quatro anos. Serão 24 equipes divididas em grupos ainda não definidos.  A primeira edição será organizada em junho e julho de 2021, em local a ser definido, ocupando a janela deixada pela Copa das Confederações no calendário mundial.

Nos últimos suspiros desse formato da competição, a Nova Caledônia será representada pela primeira vez em sua história. O Hienghene venceu o Magenta, por 1 a 0, na final da Liga dos Campeões da Oceania e vai representar o pequeno arquipélago de 300 mil pessoas em uma das principais competições do futebol.

O clube é relativamente novo no cenário do futebol, Foi fundado em 1997, mas só dez anos depois que conseguiu conquistar pela primeira vez o título nacional.

A Liga dos Campeões da Oceania já chegou na sua 18ª edição. A Nova Zelândia domina a competição, com 12 títulos ao todo. Na sequência, a Austrália, que não disputa desde 2006, com quatro. Papua Nova Guiné e Nova Caledônia tem uma conquista cada.

Outra equipe garantida na competição é o Monterrey, a equipe venceu a Liga dos Campeões da Concacaf e ampliou ainda mais a vantagem de conquistas dos mexicanos na competição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *