Corinthians e a briga pelo título no Free Fire

Atualmente, o mercado gamer cresceu junto com o da tecnologia. E isso não é só no Brasil. Países como Tailândia, Japão, China entre outros, estão aderindo a essa inovação. E nosso país está também indo pelo mesmo rumo. Em 2017, o canal Sportv transmitiu o Campeonato de League Of Legends, um dos torneios de eSports que, há anos, tem um público alto de jogadores e espectadores. Athletico Paranaense, Flamengo, Santos e outros times, já estão no mercado, em diferentes jogos. O Flamengo, por exemplo, aposta somente (por enquanto) no League of Legends; já Goiás e Athletico Paranaense apostam em times no campeonato de FIFA .

Vale ressaltar que alguns clubes aderiram a esta ideia ao final de 2017, após a transmissão e ascensão dos jogos pelo computador.Caso este é o do Corinthians, que firmou parceria com a equipe Red Canids e Rainbow Six Siege, em 2017. Contudo, em março de 2018, o conselheiro do Coringão, João Paulo Garcia, tornou-se sócio da Red, causando assim, o fim da parceria, pois no estatuto do clube há uma lei que proíbe que conselheiros do Timão não tenham vínculo empresarial com o clube.

Já em 2019, o Corinthians foi muito mais além. Com alta popularidade há alguns anos, o Free Fire foi mais uma aposta do Timão para alavancar ainda mais com patrocínios e torcida. Nesta temporada da Pro League, o time paulista investiu no time Bando de Loucos, sensação da Pro League e uma das equipes candidatas ao título. No campeonato, a BDL permaneceu na fase de grupos (do grupo B) na segunda posição, perdendo apenas para a INTZ. Algo curioso é que a BDL conquistou 640 kills, mesmo número da líder de seu grupo, mas no ranking de pontos ficou abaixo, com 685, já INTZ com 740.

A Bando de Loucos planeja um bom campeonato de FF neste ano e conta com bons atletas como Level Up (Samuel Lima), Nobru ( Bruno Goes), Fixa (Carlos Cesar), Japa ( Genildo André), Luciano Fausto, Douglas Pires e Cerol, este último que será influenciador do time.

Vale lembrar que Level Up (Samuel Lima) conquistou recentemente pela seleção brasileira o título de campeão mundial de streamers, sendo destaque da competição.

A Bando de Loucos é uma parceria firmada com Corinthians e a Immortals Gaming Club, organização norte-americana que comanda equipes no meio eletrônico.

Isto mostra que os jogos eletrônicos estão em alta no mundo. Nada mais justo que clubes brasileiros invistam forte em equipes pro-players e deixem ainda mais os campeonatos  visíveis ao público. Desta forma, Corinthians e vários outros clubes que investem no eSports crescem com o marketing e com os torcedores que, consequentemente, irão torcer por seus jogadores favoritos na competição.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *