Honorato Vieira

  • Com Gabigol e Arrascaeta, o Flamengo muda completamente de patamar

    Enfim, o poderio financeiro de clubes brasileiros vão aumentando e equipes competitivas vão sendo montadas no âmbito nacional. Apesar do dinheiro ficar concentrado em poucas mãos e ter uma distribuição completamente desigual, praticamente igual a sociedade na qual estamos inseridos, a situação para 2019 promete uma elevação técnica das competições nacionais. Após anos se reestruturando, […]

  • 13 anos da Batalha dos Aflitos: o Náutico voltará a protagonizar novas histórias no retorno a sua casa

    Honorato Vieira Há exatos 13 anos, o Grêmio construía uma das páginas mais sofridas e históricas de toda a sua trajetória. Com apenas sete homens em campo, livrando-se de duas penalidades máximas, o tricolor encontrou forças para vencer o Náutico por 1×0 fora de casa e garantir o retorno à elite do futebol brasileiro. A […]

  • Newsletter

    Receba nossas histórias direto no seu email!

    * campo obrigatório

    Não se preocupe, não é spam

  • Boca x River: o fim de uma era da Libertadores

    Final em jogo único, inchaço da competição, jogos menos atrativos e a possível entrada de clube da Major League Soccer, essas são algumas mudanças que provavelmente acontecerão nos próximos anos de Libertadores. Diante disso, do cenário econômico da América do Sul, da distância entre os países e de várias outras questões que a Conmenbol não […]

  • “Se vocês soubessem o que acontece na Libertadores ficariam enojados…”

    Parafraseando o lendário Gunther Schweitzer, que não escreveu nada disso, o que acontece na Taça Libertadores da América de 2018 é vergonhoso. Historicamente, a Conmebol nunca foi chegada a favorecer aos brasileiros e quando teve oportunidade, as equipes eram garfadas na competição, principalmente pela força políticas dos argentinos junto a confederação. Apesar dos “erros”, nada de […]

  • As incoerências de Tite: a análise da primeira convocação pós-Copa

    O Brasil vinha de inúmeros insucessos incluindo o fatídico 7 a 1, em casa, para a Alemanha. Depois da saída de Felipão, Dunga voltou ao comando da Seleção Brasileira e quase deixou o país fora da sua primeira Copa do Mundo. Com méritos, após ganhar tudo com o Corinthians, Tite assumiu o cargo e trouxe […]

  • Com Vinicius Júnior não existe meio termo

    Desde que o Real Madrid efetuou a compra do jovem atacante do Flamengo, a vida de Vinicius Júnior se tornou um “inferno”, pelo menos nas discussões sobre o seu futebol. Nos debates, não existe meio termo para o jogador. Ou ele será o melhor do mundo ou um fiasco. Se ele for um Robinho, a […]